Você está aqui: Página Inicial > Vídeos > Vídeos Históricos

Vídeos Históricos

por Assessoria de Comunicação Social publicado 21/03/2016 11h40, última modificação 21/03/2016 11h41

O Leão ruge pela primeira vez - Parte 1

No final de 1979, a Secretaria da Receita Federal encomendou uma campanha publicitária para divulgar o Programa Imposto de Renda. Após análise das propostas, foi imaginado o leão como símbolo da ação fiscalizadora da Receita Federal e em especial do imposto de renda. De início, a idéia teve reações diversas, mas, mesmo assim, a campanha foi lançada. A escolha do leão levou em consideração algumas de suas características: É o rei dos animais, mas não ataca sem avisar; É justo; É leal; É manso, mas não é bobo. As peças publicitárias começaram a ser veiculadas no início de 1980. A campanha resultou, de imediato, numa identificação pela opinião pública do leão com o imposto de renda. Em dez anos foram realizados cerca de trinta filmes. O sucesso da campanha publicitária foi tão grande que chegou aos dicionários. O "Houaiss" define Leão como o órgão responsável pela arrecadação do imposto de renda. Segundo o "Aurélio", Leão é o órgão arrecadador do imposto de renda. Para o "Sacconi", Leão é o serviço de arrecadação do imposto de renda. Na definição do "Dicionário da Academia Brasileira de Letras", Leão é o órgão encarregado de recolher o imposto de renda. Pelos conceitos emanados dos dicionários, verifica-se a relação do Leão com o imposto de renda e não com a Receita Federal. Também se observa que se liga o felino à arrecadação, embora, no início, a afinidade fosse forte com a fiscalização. Embora hoje em dia a Receita Federal não use a figura do leão, a imagem do símbolo ficou guardada na mente dos contribuintes, numa das mais bem sucedidas peças publicitárias da mídia brasileira.

por 72500867153 publicado 26/09/2016 11h48 Multimídia